Crematório da Vila Alpina será ampliado

O Serviço Funerário Municipal de São Paulo vai comprar dois novos fornos para o Crematório da Vila Alpina e aumentar a capacidade do local de 15 corpos cremados por dia para 22. Também serão construídas duas salas de velórios exclusivas. Fundado em 1974, o crematório tem oficialmente o nome do Doutor Jayme Augusto Lopes.

Diego Zanchetta, O Estado de S.Paulo

18 de agosto de 2010 | 00h00

Nenhum dos 19 cemitérios municipais conta hoje um espaço destinado apenas ao crematório. A licitação internacional para a contratação das empresas que vão fornecer os aparelhos já está em andamento.

Flórida. Uma empresa da Flórida, a American Incinerators, entrou na disputa com outras três empresas brasileiras, conforme despacho publicado ontem no Diário Oficial da Cidade. O investimento total na ampliação do serviço será de R$ 6 milhões e inclui ainda o treinamento de novos servidores para os trabalhos de cremação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.