Creches têm 4,7 mil novas vagas em 5 meses

O fim da fila de espera nas creches paulistanas, uma das promessas de campanha do prefeito Gilberto Kassab (PSD), é ainda o maior desafio na área da educação municipal. Desde o começo da gestão, o número de alunos matriculados em creches municipais cresceu 83% - passou de 109,7 mil, em dezembro de 2008, para 200,9 mil, em fevereiro de 2012, último dado divulgado pela Secretaria de Educação.

O Estado de S.Paulo

16 Março 2012 | 03h04

O problema é que a fila cresceu em ritmo maior no mesmo período: 98%. Atualmente, há 114,3 mil crianças esperando novas vagas, ante 57,6 mil no início do mandato. Integrantes da gestão Kassab já admitiram que esse déficit não deverá ser zerado até o fim do ano.

De setembro do ano passado até fevereiro deste ano, 4.694 novas vagas foram criadas na rede municipal.

Entre as dificuldades citadas para explicar o não cumprimento da promessa está a recusa do Tribunal de Contas do Município (TCM) em aprovar a Parceria Público-Privada (PPP) que construiria 500 creches pela capital. Anunciada em 2007 por Kassab, a PPP acabou sendo deixada de lado ao longo da gestão.

Outro projeto abandonado foi o da venda de 18 terrenos públicos em troca de creches, conforme revelou o Estado há um mês.

Itaim-Bibi. O projeto foi bastante criticado por moradores do entorno do terreno, um quarteirão de 20 mil m² com oito equipamentos públicos no bairro nobre do Itaim-Bibi, zona sul de São Paulo.

A gestão afirma que desistiu porque não há mais tempo hábil para o trâmite do leilão. Agora, o novo modelo no qual a Prefeitura vai investir é lançar um edital ou chamamento público para incentivar donos de imóveis a alugá-los para a administração.

Assim, se economizaria o tempo necessário para desapropriar terrenos e construir as creches, principal obstáculo apontado por Kassab para as dificuldades de se reduzir a fila.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.