Felipe Rau/Estadão - 21/03/22
Felipe Rau/Estadão - 21/03/22

Cratera se abre em calçada no Butantã e carro despenca; motorista é resgatado por moradores

Acidente ocorreu na manhã desta segunda-feira, 21, na avenida Pirajussara; não houve registro de vítimas

Redação, O Estado de S.Paulo

21 de março de 2022 | 17h14
Atualizado 21 de março de 2022 | 18h35

SÃO PAULO – Uma cratera se abriu na manhã desta segunda-feira, 21, em uma calçada no bairro Butantã, zona oeste de São Paulo, e provocou o despencamento de um carro. O acidente ocorreu na avenida Pirajussara, que, quando mais próxima à região central, recebe o nome de avenida Eliseu de Almeida. Como mostra vídeo compartilhado nas redes sociais, o motorista foi resgatado por moradores com o auxílio de escadas. Não houve registro de vítimas.

Conforme o Corpo de Bombeiros, a queda de veículo aconteceu por volta de 9h desta segunda. Cinco viaturas foram acionadas para prestar atendimento no local. O trânsito foi interditado no sentido da pista em que a cratera se abriu, mas foi parcialmente liberado depois de algumas horas.

Vídeo compartilhado nas redes sociais mostra que o motorista do carro foi resgatado por moradores e comerciantes da região. O grupo se utilizou de ao menos três escadas e uma corda para efetuar o resgate. Pelas imagens, é possível ver que o carro – um Blazer, da Chevrolet – estava caído de ponta-cabeça no local.

Equipes de Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), Comgás (Companhia de Gás de São Paulo) e Defesa Civil foram acionadas pelo Corpo de Bombeiros para averiguar a ocorrência de vazamentos e o que teria provocado o acidente.

Em nota, a Sabesp informou que no momento uma equipe está no local para verificar a ocorrência. "Será necessário efetuar o escoramento da vala para então iniciar a inspeção. Caso seja responsabilidade da Sabesp, os serviços necessários serão realizados", apontou.

A Comgás informou ter eliminado o vazamento provocado pelo solapamento às 12h05. "Ressaltamos que não há clientes desabastecidos e a companhia segue no local para realizar o reparo na rede", acrescentou a companhia.

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Subprefeitura Butantã, informou que está no local da ocorrência e que, caso sejam necessários serviços por parte da administração regional, serão realizados. A pasta complementou que o comércio situado no local será interditado, uma vez que, justificou, não há acesso seguro. 

Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), a Avenida Pirajussara foi parcialmente liberada no sentido centro, mas as faixas central e da direita permanecem interditadas. O bloqueio próximo ao cruzamento com a rua Caminho do Engenho foi desativado. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.