Reprodução / Redes sociais
Reprodução / Redes sociais

Cracolândia: Vandalismo em ruas do centro de São Paulo assusta moradores; veja vídeos

Dependentes químicos promoveram cenas de quebra-quebra durante a madrugada desta quinta-feira na capital paulista. Uma pessoa foi presa pela polícia. Vizinhança tem protestado contra os casos de insegurança

Redação, O Estado de S.Paulo

02 de junho de 2022 | 12h32

Moradores do centro de São Paulo se assustaram diante de cenas de vandalismo promovidas no fim da noite desta quarta-feira, 1, e no início da madrugada desta quinta-feira, 2. Dependentes químicos frequentadores da Cracolândia se dispersaram e promoveram quebra-quebra contra estabelecimentos comerciais e residências. A polícia foi acionada e prendeu uma pessoa.

Vídeos divulgados por testemunhas mostram o momento em que grupos de pessoas se deslocam por vias como a Avenida São João e a Avenida Duque de Caxias, em Campos Elísios, atirando pedras contra estabelecimentos locais. Uma viatura da Guarda Civil Metropolitana (GCM) foi atingida. O movimento teria ocorrido durante um deslocamento do fluxo de usuários, que se instalou na Rua Helvétia após a operação da polícia que os retirou da Praça Princesa Isabel.

Vídeos dos moradores mostraram carros que ficaram presos no meio da multidão na Avenida São João. Alguns tentaram dar marcha à ré; outros aceleraram. “Como o carro passa?”, questionou a moradora durante a gravação. Em seguida, passa uma viatura policial.

Em um cruzamento, os celulares flagram veículos sendo apedrejados. “Meu Deus do céu. Eles estão apedrejando tudo aqui”, diz outro morador ao som de estilhaços. “Região de Santa Cecília, República, Higienópolis não mais tem mais paz. Problema de segurança pública e social”, escreveu o dono de um pergil no Instagram. Os vídeos registram ainda gritos e os barulhos das portas de estabelecimentos sendo depredadas.


A polícia tem promovido operações ao longo do mês de maio, o que resultou no espalhamento do fluxo pelas ruas do centro da cidade. Moradores de Campos Elísios têm relatado casos de insegurança diante de registros de furtos e roubos, além de sujeira e barulho na região. A vizinhança realizou protestos em que pede por ações efetivas da Prefeitura contra o problema.

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública do Estado informou que policiais militares capturaram um homem, de 43 anos, na Alameda Barão de Limeira, no bairro República. "Na ocasião, dependentes químicos se deslocaram pelas ruas da região e jogaram pedras em uma viatura da GCM. Os casos foram registrados como captura de procurado e danos no 2º DP (Bom Retiro)", declarou a pasta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.