CPTM registra recorde de passageiros transportados

CPTM registra recorde de passageiros transportados

Passageiros reclamam de superlotação nos trens e plataformas, mas empresa afirma que melhorias no sistema impulsionaram o serviço

O Estado de S. Paulo

02 Dezembro 2014 | 10h34

SÃO PAULO - A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) bateu um recorde no número de passageiros transportados: na última sexta-feira, 28, foram registrados 3.094.756 usuários no sistema, o maior da história da empresa.

Segundo a CPTM, nessa data houve quebra de recorde de passageiros em três das seis linhas da rede. Na Linha 7-Rubi (Luz-Francisco Morato), 492.351 utilizaram-se do serviço. Já nas Linhas 8-Diamante (Júlio Prestes-Itapevi) e 11-Coral (Luz-Estudantes), a quantidade foi de 521.057 e 779.113, respectivamente.

Em média, por dia útil, passam pela CPTM 2,9 milhões de passageiros. No acumulado do ano até o dia 30 de novembro, a empresa havia transportado 761.855.048, o que corresponde a 4,6% a mais do que o verificado no mesmo período do ano passado.

A CPTM alega que a lotação maior "é resultado do aprimoramento realizado no sistema", com investimentos na modernização das vias férreas, "bem como o processo de renovação da frota". Mas passageiros frequentes da CPTM reclamam de falhas constantes, como na Linha 7-Rubi, que levam à superlotação e a atrasos.

Por sua vez, a CPTM informou que a quantidade de falhas diminuiu, levando a uma ocorrência a cada 25.738 viagens: no ano passado, havia um problema a cada 24,8 mil viagens.

O fato é que o número de passageiros transportados poderia ser ainda maior se obras de ampliação da rede já estivessem prontas, como a extensão da Linha 9-Esmeralda até Varginha, na zona sul, e a construção da Linha 13-Jade, que ligará a zona leste ao Aeroporto Internacional de Cumbica. Ambas estão atrasadas de acordo com o cronograma inicial divulgado pelo governo do Estado. Veja a quantidade de passageiros transportados por mês na CPTM (em milhões):

 Mês

2013

2014

%

Julho

64,2

68,9

7,4%

Agosto

70,2

71,6

4,3%

Setembro

67,2

74,1

10,2%

Outubro

73,3

77,5

 5,1%

Novembro

68,2

70,2

3%

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.