Linha 10 da CPTM opera com velocidade reduzida nesta sexta-feira

Há falhas no trilho e nas estações; Paese foi acionado mas ainda não está no local; tráfego da região metropolitana para SP está afetado

Sara Abdo, O Estado de S.Paulo

11 Agosto 2017 | 07h03
Atualizado 11 Agosto 2017 | 09h00

SÃO PAULO - A Linha 10 - Turquesa da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) está operando com velocidade reduzida na manhã desta sexta-feira, 11. Mais cedo, a linha 11 - Coral também teve falhas. As estações estão lotadas e o Plano de Atendimento entre Empresas de Transporte em Situação de Emergência (Paese), foi acionado, mas ainda não estão no local. Não há previsão de normalização das operações.

Por volta das 5 horas foi detectada uma falha no equipamento de via (trilhos) na Linha 10 - Turquesa. No momento, a operação está com velocidade reduzida e maior tempo de parada entre as estações Mauá e Rio Grande da Serra - um trajeto de 4 estações e 12 km.


A equipe está trabalhando no trecho, com o auxílio de um veículo de manutenção. 

Já na Linha 11 - Coral, a CPTM  detectou, por volta das 6 horas, uma falha no sistema de energia entre as estações Suzano e Estudante - um trajeto de 14 km e 5 estações. A equipe de manutençaõ esteve no local para resolver a questão. A reportagem não conseguiu contato para saber o momento em que a operação foi normalizada.

A CPTM informou que, porque não tem ônibus próprio, estão aguardando parte da frota do Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU).  Ao jornal Bom Dia São Paulo, da Rede Globo, a operadora informou que foram 

solicitados 8 ônibus para a linha 10 - Turquesa e 10 veículos para a linha 11 - Coral

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.