CPTM fecha 2 linhas; orientação é usar o metrô

A circulação dos trens das Linhas 7-Rubi e 8-Diamante da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), cujos trilhos passam bem do lado da favela, ficou interrompida ontem desde o começo do fogo. Não havia previsão, até as 20 horas, de quando a operação voltaria ao normal.

O Estado de S.Paulo

23 Dezembro 2011 | 03h02

Na Linha 7-Rubi, o bloqueio é entre as Estações Luz e Palmeiras-Barra Funda. Na 8-Diamante, a interrupção é entre Palmeiras-Barra Funda e Júlio Prestes.

O fogo colocou em risco a fiação aérea que alimenta os trens, por isso a energia foi desligada em um trecho de 300 metros em cada um dos dois ramais da ferrovia. Além disso, 500 dormentes (madeiras que sustentam os trilhos) foram atingidos pelo fogo e terão de ser substituídos. Mas os reparos só poderão começar após a liberação total da área pela Defesa Civil. Até ontem à noite, havia a possibilidade de o prédio da favela na área onde começou o incêndio desabar.

Técnicos da CPTM estimaram em ao menos 12 horas o tempo para fazer os reparos - isso depois da liberação da área. Enquanto isso, segundo a companhia, a orientação aos passageiros é usar o metrô, que tem ligação gratuita com os trens e também faz a rota entre Luz e Barra Funda. / B.R. e W.C.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.