Costureiro boliviano é morto durante assalto na zona norte de SP

Sem reagir a ameaça, Edgar Javier Chucamani Chiri, de 35 anos, foi baleado e morreu no local; polícia investigará causa do latrocínio

O Estado de S. Paulo

29 Setembro 2014 | 15h50

SÃO PAULO - O costureiro boliviano Edgar Javier Chucamani Chiri, de 35 anos, foi morto a tiros durante um assalto na zona norte de São Paulo na noite deste domingo, 28. Ele e um colega foram abordados por uma dupla armada que disparou contra Edgar sem que o estrangeiro reagisse ao crime. O colega ficou ferido na perna, foi socorrido e levado a um hospital.

De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, o caso foi registrado por volta das 21h deste domingo no cruzamento das Ruas Major Baratta e Carlos Malcher, no bairro do Jaçanã. Dinheiro e pertences das vítimas foram levados pelos criminosos, que ainda não foram identificados e localizados.

Segundo relato de uma testemunha à polícia, os dois bolivianos saíam de um bar quando foram abordados por uma dupla de assaltantes. Eles anunciaram o crime, pegaram R$ 200 e um celular antes de disparar contra Edgar e o colega. O costureiro morreu no local e a outra vítima foi conduzida para atendimento no Hospital do Mandaqui, também na zona norte.

O boletim de ocorrência registrou que não houve qualquer recusa em entregar os pertences pelas vítimas, mas que mesmo assim elas foram atingidas por tiros. O caso foi registrado como roubo seguido de morte no 73º Distrito Policial (Jaçanã), que pediu assessoramento ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O inquérito deve ser conduzido pelo Departamento de Investigações Criminais (Deic) da Polícia Civil paulista.

Latrocínios. Estatísticas da Secretaria de Segurança do Estado apontam que em agosto deste ano foram registrados 13 casos de latrocínio, ante 11 ocorrências da mesma natureza no mesmo mês de 2013 na capital. No Estado, foram 33 crimes de roubos seguido de morte em 2014, dois a mais do que do que em agosto do ano passado.

Mais conteúdo sobre:
São PauloViolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.