Pedro da Rocha/AE
Pedro da Rocha/AE

Córregos transbordam na capital e no ABC em razão da forte chuva

Transbordamento de córregos colocou Ipiranga, Campo Limpo e Vila Prudente em estado de alerta

Ricardo Valota e Pedro da Rocha, do estadão.com.br,

15 Dezembro 2011 | 02h16

SÃO PAULO - O transbordamento de dois córregos, em razão da forte chuva, colocou as regiões do Ipiranga e do Campo Limpo, na zona sul da capital paulista, em estado de alerta entre a 1h15 e 4 horas desta madrugada de quinta-feira, 15, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), da Prefeitura. Às 2h30, era a vez da região da Vila Prudente, na zona leste, também entrar em estado de atenção em razão do transbordamento do rio Tamanduateí, na Avenida do Estado, sentido centro, junto à Praça Alberto Lion. Às 4h45, a região da Vila Prudente permanecia ainda em estado de alerta, segundo o CGE.

 

Às 4 horas, toda a capital paulista, que havia entrado em estado de alerta no início da madrugada, voltou para o estado de observação, pois a chuva que atingiu a capital e a Grande São Paulo perdeu intensidade. Um pouco antes das 5 horas, havia registro de chuva fraca na zona leste, com previsão de apenas chuvas isoladas e chuviscos em toda a cidade até o início da manhã. A chuva, por volta das 2h45, chegou a ser considerada forte a moderada em praticamente em toda São Paulo, principalmente na zona leste, na regiões da Vila Prudente, Parque São Lucas, Sapopemba, São Mateus e Aricanduva. O córrego Morro do "S" transbordou no trecho próximo à esquina entre a Avenida Carlos Caldeira Filho e a Rua Joaquim Nunes Teixeira, no Campo Limpo.

 

Houve transbordamento também do córrego do Ipiranga, na Avenida Professor Abraão de Moraes junto à Rua Ribeiro Lacerda. Às 4h45, ainda era registrado um total de pelo menos 26 pontos de alagamento na capital paulista, quatro deles na Marginal do Pinheiros e cinco na Marginal do Tietê, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). Dos 26 pontos de alagamento, nove eram considerados intransitáveis, dois deles na Avenida Professor Luís Ignácio de Anhaia Mello, na Vila Prudente, e outros dois na Avenida do Estado, junto ao Viaduto Grande São Paulo e na Praça Alberto Lion, no limite entre a Vila Prudente e o Ipiranga. Nestes locais, vários carros ficaram parcialmente submersos.

 

Moradores do Jardim Helena, região do Jardim Pantanal, no extremo leste da capital, mais uma vez sofrem com alagamento, principalmente os que residem nas ruas próximas à área de várzea do rio Tietê. Uma das vias que está debaixo d´água é a Rua Xaréus. Esta região sofreu entre dezembro de 2009 e janeiro de 2010 um alagamento que persistiu por várias semanas. Na ocasião, moradores que lá residiam havia pelo menos 15 anos afirmaram que nunca haviam passado por uma enchente igual àquela.

 

No ABC, os córregos Ribeirão dos Meninos, em São Caetano do Sul, e dos Couros, em São Bernardo do Campo, também transbordaram, causando o bloqueio do tráfego no limite entre São Caetano do Sul e a capital paulista, e o bloqueio nas pistas centrais da Rodovia Anchieta, entre os quilômetros 14 e 10, entre São Bernardo do Campo e a cidade de São Paulo. Às 4 horas, o motorista que estava em São Caetano do Sul não conseguia entrar na capital paulista em razão do alagamento da Avenida Guido Aliberti causado pelo transbordamento do córrego Ribeirão dos Meninos. Vários veículos tentaram passar e ficaram na inundação. As pistas da Rodovia Anchieta foram totalmente liberadas às 6h15. O congestionamento às 6h35 era de 3 mil metros, o de praxe para o horário, entre os quilômetros 13 e 10, no sentido capital.

 

Trens. Duas linhas da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) sofreram também com os alagamentos e operaram parcialmente entre as 4 horas (início das operações) e as 5h15. Na Linha 10 (Turquesa), em razão do alagamento entre das estações São Caetano e Tamanduateí, os trens circularam apenas entre a estação Brás e a Tamanduateí e entre as estações São Caetano e Rio Grande da Serra. Já na linha 11 (Coral), o alagamento ocorreu entre as estações Poá e Ferraz de Vasconcelos. As composições, até as 4h45, foram obrigadas a fazer o trajeto apenas nos trechos de Mogi até Poá e de Ferraz até Guaianazes.

 

Régis Bittencourt. A pista sentido Curitiba da Rodovia Régis Bittencourt ficou bloqueada entre a 0h45 e as 2h10 desta madrugada no quilômetro 276, em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo, também em razão de alagamento provocado pela chuva. A fila de veículos que se formou chegou a quase 1,5 quilômetro. Às 2h30, o tráfego estava normalizado.

 

Previsão. Nesta quinta-feira, 15, o sol aparece entre nuvens, mas ainda ocorrem pancadas de chuva que devem se concentrar no período da tarde. Os termômetros variam entre mínimas de 18ºC e máximas de 28ºC. Na sexta-feira, 16, a frente fria se afasta do litoral paulista e o sol volta a predominar, situação que favorece a elevação das temperaturas, com máximas que podem superar os 29ºC.

 

 

Texto atualizado às 6h45

Mais conteúdo sobre:
Chuva, alagamento, ABC, CGE, CET

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.