Córrego Aricanduva transborda e SP tem 164 km de lentidão

Índice já é superior ao dobro da média; Marginal do Tietê tem 14,6 km de trânsito no sentido Ayrton Senna

Fabiana Marchezi, do estadao.com.br,

19 de dezembro de 2007 | 16h25

O trânsito era complicado por volta das 16 horas desta quarta-feira, 19, devido à chuva que caía em São Paulo desde a madrugada. Às 16h15, a cidade tinha 166 km de lentidão, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), mais que o dobro da média para o horário. Na zona leste, a situação era complicada devido à interdição da Avenida Aricanduva, depois que o córrego Aricanduva transbordou.    Até sexta, trânsito deve ficar ainda pior em SP   A avenida foi bloqueada nos dois sentidos entre as avenidas Dalila e Baquiá. A CET monitorava o trânsito na região, mas pedia que os motoristas evitassem passar pelo local. Na Radial Leste, a lentidão era de quase 4 km no sentido centro, segundo a CET.   Até as 16 horas, o Centro de Gerenciamento de Emergências da Prefeitura (CGE) havia registrado pelo menos 31 pontos de alagamento transitáveis em São Paulo. Os 166 km de lentidão registrados pela CET equivalem a quase 20% dos 832 km monitorados pela CET. O índice é mais que o dobro da média par ao horário, que varia entre 5% e 9,3%, o equivalente a quase 70 km.   O pior trecho de lentidão estava na pista expressa da Marginal do Tietê, no sentido Ayrton Senna, onde o a lentidão era de 14,6 km, desde a Rodovia Castelo Branco até a Rua Azurita. Da saída da Rodovia Castelo Branco até a Ponte do Limão, a marginal tinha 9,4 km de trânsito parado. Já na pista expressa da Marginal do Pinheiros, no sentido Interlagos, o motorista reduzia a velocidade por 6,5 km, desde a Avenida Alexandre Mackenzie até a Ponte Cidade Jardim.

Tudo o que sabemos sobre:
trânsito em SPmarginaischuva em SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.