Corregedoria da Polícia Civil de SP funcionará 24 horas

Medida é anunciada uma semana após investigação do Ministério Público pedir a prisão de 13 policiais suspeitos de corrupção e de achacar traficantes

Tiago Dantas, O Estado de S. Paulo

23 Julho 2013 | 15h31

SÃO PAULO - Uma semana após a Justiça determinar a prisão de 13 policiais civis envolvidos em esquemas de corrupção e achaque a criminosos, o governo do Estado determinou que a Corregedoria da Polícia Civil passe a funcionar 24 horas. Segundo a Secretaria Estadual da Segurança Pública, as equipes de plantões serão dobradas e cerca de 10 policiais trabalharão na corregedoria todas as noites. 

Segundo o corregedor-geral da Polícia Civil, Nestor Sampaio Penteado Filho, umas das maiores vantagens do novo modelo de plantão está no fato de "quem faz a ocorrência prossegue na investigação". Deste modo, o atendimento à população será priorizado e haverá uma padronização nas providências pertinentes para a solução dos casos, de acordo com a secretaria.

A mudança está prevista em decreto publicado nesta terça-feira, 23, no Diário Oficial do Estado. Outra medida é a criação de uma ferramenta de inteligência, o Serviço Técnico de Análise de Perfis Criminais e Transgressores. "A partir de um cadastro com as informações dos policias que cometem crimes e aqueles que praticam faltas funcionais, nós vamos chegar a um perfil padrão de quem transgride", diz o corregedor. "A ideia é que, com isso, tenhamos ferramentas para prevenir estes problemas", disse o corregedor

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.