Corredor Norte-Sul tem congestionamento de 7 km nesta noite

São Paulo está com 123 km de engarrafamentos; engavetamento na Dutra deixa 10 feridos em Pindamonhangaba

Fabiana Marchezi, estadao.com.br

15 Dezembro 2008 | 17h07

O trânsito estava complicado nas principais vias da capital paulista na noite desta segunda-feira, 15. Às 19h30, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) registrava 123 quilômetros de lentidão em toda a cidade. O índice representa 14,7% dos 835 quilômetros monitorados pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).   Veja também: Como o trânsito parou SP e números da frota Dossiê Estado: os números do trânsito em SP   Acompanhe a situação do trânsito rua-a-rua        No Corredor Norte-Sul, formado pelas avenidas 23 de Maio, Rubem Berta e Moreira Guimarães, sentido Santana, havia retenção em 7,2 quilômetros, desde o Viaduto Indianópolis até a Praça da Bandeira. No sentido inverso, havia mais 7,1 km de lentidão, entre os viadutos Pedroso e João Julião da Costa Aguiar.   Na Avenida dos Bandeirantes, sentido Rodovia dos Imigrantes, havia lentidão em 7,1 quilômetros, desde a Marginal do Pinheiros até o Viaduto Aliomar Baleeiro. Já na pista expressa da Marginal do Pinheiros, sentido Rodovia Castelo Branco, a morosidade era de 5,6 quilômetros, entre as pontes Nova do Morumbi e Eusébio.   Colisão   Um acidente envolvendo um ônibus, um caminhão e um carro deixou pelo menos dez feridos nesta tarde na altura do quilômetro 90 da Rodovia Presidente Dutra, sentido São Paulo, na região de Pindamonhangaba, interior paulista.   De acordo com a NovaDutra, empresa que administra a estrada, o acidente aconteceu por volta das 16h30 e interditou a via por cerca de uma hora e meia, provocando cerca de 6 quilômetros de congestionamento, entre o 90 e o 84.    A colisão deixou uma vítima grave e nove vítimas com ferimentos leves. Três delas foram liberadas no local e as outras foram encaminhadas a hospitais da região.    Atualizado às 19h30

Mais conteúdo sobre:
trânsito em SPcongestionamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.