Corredor Norte-Sul passa a ter velocidade limite de 60 km/h em SP

Máxima permitida anterior era de 70 km/h; CET acredita que redução irá diminuir quantidade de acidentes

Priscila Trindade, Central de Notícias

18 de abril de 2011 | 07h51

SÃO PAULO - A velocidade máxima permitida no Corredor Norte-Sul, em São Paulo, caiu de 70 km/h para 60 km/h nesta segunda-feira, 18. Os radares de já estão ajustados para autuar os veículos que desrespeitarem a nova regulamentação, de acordo com informações da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).

A mudança na velocidade do eixo norte do corredor, formado pelas avenidas Luiz Dumont Villares, General Ataliba Leonel, General Pedro Leon Schneider, Santos Dumont, Tiradentes, Prestes Maia e Túnel Anhangabaú, tem como objetivo proporcionar maior segurança aos motoristas que circulam pelos 9,2 quilômetros dessas vias, explica a CET.

Com a nova regulamentação de velocidade, a companhia estima queda de 20% no risco de acidentes. No ano passado a CET já havia reduzido a velocidade no chamado eixo sul do corredor de 80 km/h para 70 km/h nas avenidas 23 de Maio, Rubem Berta e Moreira Guimarães.

Leste-Oeste. No dia 1º de abril, a CET padronizou em 60 km/h a velocidade no Corredor Leste-Oeste. A alteração foi implantada em 33,8 quilômetros do corredor, e abrange as avenidas Francisco Matarazzo, Elevado Costa e Silva, Viaduto Radial Leste, e em toda a Radial (Avenida Alcântara Machado, Rua Melo Freire, Avenida Conde de Frontin, Avenida Antonio Estevão de Carvalho, Rua Dr. Luiz Ayres e Avenida José Pinheiro Borges - Nova Radial).

Também nas vias abaixo do Elevado Costa e Silva - Avenida General Olímpio da Silveira e Amaral Gurgel - as velocidades foram uniformizadas em 60 km/h. Estudos técnicos da CET indicaram a necessidade de manter em 50 km/h a velocidade nas curvas do Elevado Costa e Silva e da Ligação Leste-Oeste.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.