Corredor Norte-Sul de SP ganha faixa de ônibus

Prestes Maia, Tiradentes e Santos Dumont terão pista da direita só para ônibus, mas quem desrespeitá-la ainda não será multado

Caio do Valle,

28 Julho 2013 | 21h55

Começam a funcionar nesta segunda-feira, dia 29, as primeiras faixas exclusivas de ônibus no Corredor Norte-Sul, um dos principais eixos do trânsito de São Paulo, que inclui as Avenidas Prestes Maia, Tiradentes, Ponde das Bandeiras e Santos Dumont. A Avenida 23 de Maio, que faz parte do corredor, ainda não terá faixa exclusiva nesta etapa. Outros três pontos da cidade também ganham a partir de hoje faixas exclusivas de ônibus.

De segunda a sexta, em uma extensão de 2,1 km, os carros ficarão proibidos de andar na faixa à direita, nos dois sentidos em trechos da Ponte das Bandeiras e das Avenidas Santos Dumont e Tiradentes, na região central de São Paulo. A restrição valerá das 6h às 22h. 

No sentido bairro, a restrição do Corredor Norte-Sul funcionará entre as Ruas Carlos de Souza Nazaré e Paula Souza, na Avenida Prestes Maia. Na Tiradentes, a medida será implantada entre as Ruas São Caetano e Doutor Rodrigo de Barros. Por sua vez, na Avenida Santos Dumont, a proibição irá vigorar entre as Avenidas Tiradentes e do Estado. Na Ponte das Bandeiras, entre as Ruas Porto Seguro e Paineira do Campo.

Já no sentido oposto, a medida vigorará entre a Praça Ayrton de Abreu e o Parque da Luz. De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), por esses trechos circulam 26 linhas de ônibus, transportando cerca de 208,8 mil passageiros por dia útil. As próximas etapas no corredor incluem faixas exclusivas nas Avenidas 23 de Maio, Rubem Berta, Moreira Guimarães, Washington Luís e Teotônio Vilela.

Na semana passada, a CET não havia informado quando começará a ser feita a fiscalização no local. Divulgou apenas que as autuações começam após a implantação da medida ao longo de todo o Corredor Norte-Sul. Nas últimas faixas inauguradas na cidade, as multas passaram a ser aplicadas uma semana após a instalação. A multa para quem desrespeita a faixa exclusiva de ônibus é de R$ 53,20 e três pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). A infração é considerada leve.

Outras faixas

A CET também passa a operar hoje faixas exclusivas para ônibus em outras três vias de São Paulo. Na zona sul, a Rua Loefgreen terá uma faixa só para os coletivos entre as Ruas Professor Tranquili e Afonso Celso, das 6h às 9h, e entre as Ruas Tenente Gomes Ribeiro e Otonis, das 6 às 9 horas e das 17 às 20 horas. No total, haverá 1 km de faixa.

Na Avenida Sapopemba, na zona leste, faixas exclusivas passam a valer em ambos os sentidos. Em direção ao centro, a proibição valerá das 6 às 9 horas, entre a Avenida dos Sertanistas e a Praça Felisberto Fernandes da Silva. No sentido oposto, das 17 às 20 horas, entre a Avenida Satélite e a Rua Veloso de Espinha. Nesse sentido, também haverá faixa entre a Rua Cândido Xavier e 220 metros após a Rua Cinira Polônio. Ao todo, haverá na Sapopemba 4,6 km de faixas restritas.

Por fim, passa a funcionar hoje também uma faixa reversível para ônibus na Ponte do Piqueri, na pista sentido centro, mas somente no pico da tarde, entre 17 e 20 horas. A faixa com 380 metros de extensão tem por objetivo melhorar o desempenho dos ônibus na hora do rush.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.