CORREÇÃO

Dos cerca de 227 hectares de cobertura vegetal diretamente atingidos pela duplicação da Rodovia dos Tamoios, no trecho de planalto, 150 são de tipo herbáceo (como pastos) e 1,02 hectare é de cultivo agrícola. A totalidade da área atingida, então, não pode ser considerada como desmatamento. Como a reportagem de 3/9 já ressaltara, se for considerada somente a vegetação nativa de porte florestal (secundária, em regeneração), os impactos serão inferiores a 30 hectares. Dos 77 hectares em Áreas de Proteção, 9 são de formações florestais nativas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.