Corpus Christi: acidentes matam 56 em rodovias paulistas

O número de mortos é quase o mesmo se comparado com o feriado de Corpus Christi do ano passado

Solange Spigliatti, estadao.com.br

26 de maio de 2008 | 09h57

Cinqüenta e seis pessoas morreram em acidentes nas rodovias do Estado de São Paulo, durante os quatro dias do feriado prolongado de Corpus Christi. No total foram registrados 1.284 acidentes, 716 vítimas feridas e 56 mortes em 2008, contra 1187 acidentes, 679 vítimas feridas e 57 fatais em 2007. Os números são a soma dos índices levantados pela Polícia Rodoviária Federal, em São Paulo, e pela Polícia Rodoviária Militar.   Durante a operação, foram lavradas 12.323 autuações por infrações de trânsito diversas, tendo sido recolhidos 490 veículos por irregularidades, além da apreensão de 257 Carteiras de Habilitação (CNH) e de 1.937 documentos de veículos. No período, 42 motoristas foram autuados por embriaguez, sendo registrado um aumento de 20% em relação a 2007.   A Operação "Corpus Christi - 2008" foi realizada pelo Comando de Policiamento Rodoviário da Polícia Militar do Estado de São Paulo em conjunto com o Departamento de Estradas e Rodagem (DER), Desenvolvimento Rodoviário S.A. (Dersa), ARTESP, Concessionárias e diversas unidades da Polícia Militar. No aspecto da prevenção criminal a atuação do Policiamento Rodoviário também foi positiva, tendo sido efetuadas 19 prisões em flagrante delito, apreensão de três armas ilegais, 12 veículos recuperados, além da apreensão de 134,974 quilos de drogas ilícitas.   Das mortes registradas, pelo menos cinco aconteceram por atropelamento. Três pessoas morreram na via Dutra (BR 116), na região do Vale do Paraíba. Em Cachoeira Paulista, no km 70, uma mulher não identificada foi atropelada por um Vectra, por volta das 17h40 do sábado. Num segundo acidente, outras duas pessoas vieram a falecer. O fato aconteceu às 6h do dia 23, em Lorena, no km 51, onde uma Honda CG 125 Titan colidiu contra um ciclista e um veículo não identificado os atropelou e fugiu do local.   Em Atibaia, no km 29 da rodovia Fernão Dias (BR-381), um pedestre de 69 anos foi atropelado quando atravessava a faixa de rolamento. A última morte ocorreu na rodovia Transbrasiliana (BR-153) no km 77. Nesse acidente uma motociclista de 19 anos colidiu com um automóvel e caiu sobre a rodovia, um VW Gol que transitava pelo local não conseguiu desviar e a atropelou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.