Reprodução
Reprodução

Corpos de irmãs desaparecidas são encontrados no interior de SP

Adolescentes de 15 e 16 anos, sumidas desde 4ª, tinham marcas de corte no pescoço, segundo a delegada

Priscila Trindade, Central de Notícias

28 Março 2011 | 13h40

SÃO PAULO - Duas irmãs, de 15 e 16 anos, foram encontradas mortas na manhã desta segunda-feira 28, na cidade de Cunha, no interior de São Paulo. Elas estavam desaparecidas desde a última quarta-feira, quando deixaram a escola. Desde então a polícia fazia buscas na região na tentativa de localizar as adolescentes.

 

Os corpos de Josely  e Juliana foram encontrados perto da casa onde elas moravam com os pais, no bairro Jacuí, na zona rural de Cunha. A delegada Sandra Vergal disse que as meninas tinham cortes no pescoço. Ela não soube dizer se eram profundos ou não, nem se eles foram determinantes para a morte de ambas,

 

O laudo do Instituto Médico Legal (IML), previsto para sair no final desta tarde, deverá confirmar o motivo da morte. A polícia ainda não tem suspeitos para o crime.

 

Nos últimos dias as buscas contaram com o apoio do helicóptero Águia da Polícia Militar, cães farejadores da Polícia Floresta, e um barco do Corpo de Bombeiros.

 

De acordo com a polícia, as investigações indicam que, como o relacionamento das jovens com a família é aparentemente saudável, a possibilidade de fuga de casa é muito pequena.

  

Atualizado às 16h48

Mais conteúdo sobre:
violência SSP polícia crime infância Cunha SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.