Corpos de família se espalharam por 1 km em Teresópolis

O jardineiro José Carlos Cipriano de Oliveira, de 72 anos, passou a madrugada de quarta-feira em claro em Teresópolis. "A gente não conseguiu dormir, foram cinco horas de chuvas e, às 3h30, houve uma avalanche. Foi terrível." Na avalanche, parte do morro em cuja encosta foram construídas residências desabou, destruindo 20 casas.

Marcelo Auler, O Estado de S.Paulo

13 Janeiro 2011 | 00h00

Com as casas vieram famílias inteiras, como a de Marcia Ferreira Campos. Segundo vizinhos, ela tinha 50 anos e morreu com toda a família. Na casa estavam seus filhos, Fabiano, Gerson e Rafael, os netos, Diego e Matheus, a nora Bianca e a sobrinha Michele. Todos foram levados pela lama. Seus corpos se espalharam por 1 km.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.