Corpo do deputado Júlio Redecker é identificado

Velório será no Palácio Piratini, do governo do RS, para onde o corpo deverá ser trasladado nesta quinta

AE e Reuters,

19 de julho de 2007 | 18h41

Foi confirmada oficialmente nesta quinta-feira, 19, a identificação do corpo do deputado Júlio Redecker (PSDB-RS), uma das vítimas do acidente com o avião da TAM na última terça-feira em Congonhas, segundo informações da Agência Câmara. O velório será no Palácio Piratini, do governo do Rio Grande do Sul, para onde o corpo deverá ser trasladado ainda nesta quinta.   Veja também:    Lista completa dos mortos Quem são as vítimas do vôo 3054 As histórias das vítimas da tragédia O local do acidente Opine: o que deve ser feito com Congonhas? Os acidentes mais graves da aviação brasileira Cronologia da crise aérea Conheça o Airbus A320 A repercussão da tragédia no mundo Assista a vídeos feitos no local do acidente   O horário para início do velório ainda não foi marcado, pois depende da chegada do corpo a Porto Alegre. E, segundo assessoria, o enterro acontecerá na cidade de Novo Hamburgo (RS). O veterinário Cláudio Diaz assumirá o mandato de Redecker.     Ex-arena fazia oposição dura a Lula   Cinco dias depois de ter completado 51 anos, comemorados numa festa em Brasília que reuniu políticos próximos, Redecker foi vítima do acidente com o Airbus da TAM. Em seu site pessoal, há fotos da última comemoração de aniversário, em 12 de julho, ao lado de políticos e companheiros de partido.Por volta das 16 horas do dia do acidente, o deputado federal foi deixado no aeroporto internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, por seu motorista. Ele se encontraria com a mulher, Salete, em São Paulo, de onde partiria para uma missão parlamentar em Washington, nos Estados Unidos, em companhia do presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP).Assessores e familiares tentaram falar com ele após saberem do acidente, mas não conseguiram contato pelo celular.Pai de três filhos, Victoria, Mariana e Lucas, Júlio Redecker estava em seu quarto mandato como deputado federal. Iniciou sua carreira política na Arena, partido de sustentação da ditadura militar, para depois passar por outras legendas até chegar ao PSDB.Escolhido líder da minoria na Câmara em fevereiro deste ano, o parlamentar defendia o endurecimento da oposição ao governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Acidente No maior acidente da história da aviação brasileira, um Airbus A320 da TAM vindo de Porto Alegre derrapou na pista do Aeroporto de Congonhas, atravessou a Avenida Washington Luís e se chocou com um prédio e com um posto de gasolina, causando explosão e incêndio. Cerca 190 pessoas morreram, entre passageiros, tripulantes e funcionários do prédio. (Colaborou Natuza Nery, da Reuters)    

Mais conteúdo sobre:
vôo 3054

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.