Corpo de mulher arrastada em Ourinhos por enxurrada é achado

Dona de casa estava com o marido à beira de córrego quando os dois foram levados pela correnteza; homem conseguiu se salvar

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

05 de março de 2015 | 11h29

SOROCABA - Bombeiros de Ourinhos, no sudoeste do Estado de São Paulo, localizaram na manhã desta quinta-feira, 5, o corpo de uma mulher que, no começo da noite de quarta-feira, 4, tinha sido arrastada pela enxurrada para um córrego que corta a área urbana. A cidade foi atingida por um temporal de média intensidade, mas com duração de 30 minutos, o que ocasionou fortes enxurradas, segundo boletim da Defesa Civil Estadual.

A dona de casa, de 42 anos, estava com o marido à beira do Córrego Christoni, na Vila Nova Sá, quando o casal foi arrastado pelas águas. O homem conseguiu se salvar, mas a mulher acabou tragada pelo córrego, afluente do Rio Pardo.

O corpo foi resgatado pelos bombeiros próximo do clube náutico de Salto Grande, a 20 quilômetros do local do acidente. Reconhecido por familiares pelas roupas, o corpo ainda aguardava confirmação da identidade no Instituto Médico Legal (IML) da cidade.
Tudo o que sabemos sobre:
São PauloChuvasOurinhos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.