Corpo de modelo segue na China por burocracia

O corpo da modelo brasileira Camila Bezerra Veras, de 22 anos, achada morta na China após voltar de uma festa de réveillon e cair do 13.º andar do prédio onde vivia, não tem mais data para chegar ao País - a previsão anterior era de chegar a Fortaleza na sexta-feira. A advogada da família acusa a burocracia chinesa, já que a polícia ainda apura as causas da morte.

O Estado de S.Paulo

15 Janeiro 2013 | 02h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.