Corpo de italiano morto em assalto deve ir para a Itália nesta sexta-feira

Tommaso Lotto foi assassinado em uma tentativa de assalto, no cruzamento das Avenidas 9 de Julho e São Gabriel

27 Julho 2012 | 14h11

SÃO PAULO - O corpo do bancário italiano Tommaso Lotto, de 27 anos, morto no último sábado, 20, após uma tentativa de assalto, no Itaim-Bibi, zona sul da capital paulista, deve embarcar para a Itália na tarde desta sexta-feira, 27. A empresa Atendimento Especial ao Esquife (Aespe) informou que concluiu a preparação do corpo e dos documentos necessários para o traslado nesta manhã. Segundo o diretor da Aespe, Ayrton Lima, o corpo seguiu para o Aeroporto Internacional de Cumbica às 7h30.

Lotto foi assassinado em uma tentativa de assalto às 18h30 do dia 21, no cruzamento das Avenidas 9 de Julho e São Gabriel. Ele dirigia um Honda Civic quando foi abordado por dois bandidos. Sem falar português, tentou fugir e acabou baleado nas costas. O bancário estava havia três dias no Brasil, onde pretendia morar.

Na hora do crime, o italiano estava acompanhado do amigo espanhol José Ruiz-Gallardón Utrera, filho do Ministro da Justiça da Espanha, Alberto Ruiz Gallardón.

A polícia afirma ter pistas de dois suspeitos de ter participado do assassinato. O caso está registrado no 15º DP (Itaim Bibi).

Mais conteúdo sobre:
italiano morto

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.