Corpo de homem preso em barco é resgatado em Salto Grande

Adilson Francisco Alves Filho trabalhava na extração de areia no Rio Paranapanema quando sofreu acidente; colega escapou

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

29 Maio 2015 | 09h45

SOROCABA - O corpo de um homem preso sob um barco que emborcou no Rio Paranapanema, na terça-feira, 26, foi resgatado na noite de quinta-feira, 28, pelo Corpo de Bombeiros, em Salto Grande, sudoeste do Estado de São Paulo.

Adilson Francisco Alves Filho, de 47 anos, trabalhava na extração de areia quando a embarcação, de 18 metros de comprimento, pesando 60 toneladas, virou na confluência do Paranapanema com o Rio Pardo.

O contramestre José Aparecido Ferreira, que também estava no barco, conseguiu saltar e nadar até a margem, mas Adilson não conseguiu sair. Ao iniciar o trabalho de resgate logo após o acidente, os bombeiros ouviram batidas e a voz do homem, que se mantinha com a cabeça fora da água, no bolsão de ar formado no interior da embarcação.

A chuva, o vento e a correnteza forte dificultaram o trabalho de resgate, só concluído depois que o barco foi elevado e teve o casco rasgado com um maçarico. Adilson foi retirado sem vida e levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Ourinhos.

Mais conteúdo sobre:
Salto GrandeSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.