Corpo de criança é encontrado em freezer no centro de SP

Pais da criança estão desaparecidos; cadáver foi encontrado por primo do morador do apartamento, que chamou a polícia

O Estado de S. Paulo

05 de setembro de 2015 | 14h46

SÃO PAULO - O corpo de um menino, com aparência de ter cinco anos de idade, foi encontrado em um freezer no interior de um apartamento vazio na Rua Santo Amaro, República, região central de São Paulo, na noite desta sexta-feira, 4. O cadáver estava envolvido em um lençol e sacos plásticos. Os pais da criança, um casal de africanos de nacionalidade ainda não divulgada, ainda não foram encontrados e o caso é investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) como homicídio. 

O corpo foi encontrado por um mensageiro de 45 anos que se identificou à polícia como primo do homem, um vendedor de 26 anos, que alugava o imóvel. O menino, segundo ele, seria filho da acompanhante do comerciante. Além do menino, o casal teria outros dois filhos. 

O informante disse à polícia que estranhou o fato de o primo deixar de abrir a loja de doces da qual era proprietário. Quando foi verificar se tinha ocorrido algo no apartamento do vendedor, sentiu um cheiro "muito forte" e chamou o proprietário do local. Foi então que encontraram o cadáver e decidiram chamar a polícia. 

Foi realizada perícia no local e solicitado carro de cadáver para a criança. O DHPP solicitou imagens do circuito interno do edifício para ajudar nas investigações. Um boletim de ocorrência de homicídio simples foi registrado no 5º Distrito Policial (Aclimação) e no DHPP. 

Notícias relacionadas
    Tudo o que sabemos sobre:
    dhppcriançacadáver

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.