Corpo de Bombeiros foi criado em 1880

Antes da fundação da corporação, o heroico trabalho de combater incêndios era realizado por policiais e voluntários que, para extinguirem o fogo e salvarem vidas no meio das chamas, contavam com precárias ferramentas, algumas bombas de água e carros-pipa puxados por mulas, que demoravam a chegar aos lugares que precisavam de socorro - só em 1911 os obsoletos carros de tração animal foram substituídos por automóveis motorizados. Apesar das demandas da população, que para a própria segurança organizava clubes de bombeiros voluntários, a regularização desse serviço só ocorreu após um grande incêndio na Faculdade de Direito do Largo São Francisco, em 16 de fevereiro de 1880. No relatório, publicado no Estado em 20/2/1880, o chefe de polícia lamentava a ausência de homens e estrutura. "Dou mais uma vez solene testemunho da dedicação e interesse dos habitantes em presença dos perigos que oferece um grande incêndio, quando infelizmente não temos ainda todos os recursos de salvação e um pessoal habilitado para o serviço." / LIZ BATISTA

O Estado de S.Paulo

15 de fevereiro de 2013 | 02h02

História: Corporação iniciou trabalhos com um efetivo de parcos 20 homens, no final do Regime Imperial

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.