Coronel que comandou PM escolhe marco de SP

Quando era comandante-geral da Polícia Militar, cargo que ocupou até o começo desta semana, o coronel Álvaro Batista Camilo, de 50 anos, tinha uma forte relação com a cidade.

O Estado de S.Paulo

06 Abril 2012 | 03h02

Durante seu comando, mais de cem coronéis da reserva foram trabalhar na Prefeitura de São Paulo depois de se aposentar. Das 31 subprefeituras da cidade, só uma hoje não é comandada por um coronel da reserva - a de M'Boi Mirim, na zona sul.

Agora também na reserva, Camilo recebeu convite para concorrer nas eleições municipais. Mas diz que ainda não decidiu se vai aceitar. Sobre a cidade, afirma ser apaixonado pela região central. "Mais especificamente o Pátio do Colégio." O local é considerado o marco da fundação de São Paulo, em 1554.

Pátio do Colégio: construção na Rua Boa Vista, no centro, que simboliza a fundação da cidade, em 1554

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.