Coronel e ex-árbitro é afastado de batalhão

O tenente-coronel e ex-juiz de futebol Djalma Beltrami perdeu o comando do 7.º Batalhão de Polícia Militar de Alcântara, em São Gonçalo, região metropolitana do Rio. Ele foi transferido para o Departamento Geral de Pessoal , considerado a "geladeira" da PM. Beltrami foi preso na segunda-feira sob a acusação de receber propina de traficantes, mas foi solto anteontem por falta de provas. O antecessor de Beltrami no 7.º BPM está preso sob a acusação de mandar matar a juíza Patrícia Acioli.

O Estado de S.Paulo

23 Dezembro 2011 | 03h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.