Coronel do Exército e soldado da PM são mortos por assaltantes no Rio

Criminosos queriam roubar veículo das vítimas; militares foram baleados

23 Fevereiro 2011 | 03h42

SÃO PAULO - Entre as 19h30 e 21h30 de terça-feira, 22, dois assaltos terminaram com a morte de um oficial do exército e um soldado da PM na zona norte do Rio.

 

O coronel Alexandre Cardoso Rodrigues, de 47 anos, da artilharia do Exército, foi morto a tiros por três homens que tentaram levar o carro dele, um Astra, na rua Hermengarda, no Meier. Não se sabe ainda se o coronel reagiu ao assalto.

 

Na mesma região, outra vítima de latrocínio - roubo seguido de morte - foi o soldado PM Diego da Silva Fernandes, lotado na da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Morro São João, no Engenho Novo. Em sua moto, o policial reagiu ao ser abordado por dois bandidos na avenida 24 de Maio.

 

Baleado seis vezes, o soldado morreu a caminho do Hospital Municipal Salgado Filho, no Meier. Ambos os casos foram registrados no plantão da Divisão de Homicídios.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.