Coronel do Exército e soldado da PM são mortos por assaltantes no Rio

Criminosos queriam roubar veículo das vítimas; militares foram baleados

23 de fevereiro de 2011 | 03h42

SÃO PAULO - Entre as 19h30 e 21h30 de terça-feira, 22, dois assaltos terminaram com a morte de um oficial do exército e um soldado da PM na zona norte do Rio.

 

O coronel Alexandre Cardoso Rodrigues, de 47 anos, da artilharia do Exército, foi morto a tiros por três homens que tentaram levar o carro dele, um Astra, na rua Hermengarda, no Meier. Não se sabe ainda se o coronel reagiu ao assalto.

 

Na mesma região, outra vítima de latrocínio - roubo seguido de morte - foi o soldado PM Diego da Silva Fernandes, lotado na da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Morro São João, no Engenho Novo. Em sua moto, o policial reagiu ao ser abordado por dois bandidos na avenida 24 de Maio.

 

Baleado seis vezes, o soldado morreu a caminho do Hospital Municipal Salgado Filho, no Meier. Ambos os casos foram registrados no plantão da Divisão de Homicídios.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.