Coronel da reserva mata esposa e tenta o suicídio em SP

Após passar por cirurgia, José Carlos está internado em estado grave no Hospital das Clínicas

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

04 de junho de 2008 | 03h28

O coronel da reserva da PM, José Carlos Clemente, 59 anos, matou sua esposa, Sônia Maria Grotti Clemente, e tentou se suicidar após uma discussão na noite desta terça-feira, 3. O caso aconteceu no apartamento do casal, localizado na Rua Borges de Barros, esquina com a Avenida Heitor Penteado, em Vila Madalena, zona oeste da capital paulista. Testemunhas afirmam que ouviram vários gritos e, na seqüência, os disparos.  A Polícia Militar foi acionada pelos vizinhos do casal por volta das 21 horas e encaminhou José Carlos para o Hospital das Clínicas, onde ele segue internado em estado grave. Ele chegou a passar por cirurgia. O tiro disparado pelo ex-policial militar contra si atingiu o queixo e saiu pela cabeça. Segundo a polícia, Sônia e José Carlos estavam em processo de separação. Ela morava com uma das filhas no apartamento onde o casal discutiu. No momento do crime, apenas o casal estava no interior do imóvel. O caso foi registrado no 14º Distrito Policial, de Pinheiros.

Tudo o que sabemos sobre:
assassinatosuicídio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.