Copa terá feriado em SP e trem do centro ao Itaquerão em 20 minutos, diz secretário

Para coordenador do torneio no governo do Estado, superlotação não será problema nos dias de jogos

Caio do Valle, O Estado de S. Paulo

09 Abril 2014 | 14h29

SÃO PAULO - Torcedores que se encaminharem para os jogos da Copa do Mundo de futebol no Estádio Itaquerão, na zona leste da capital paulista, terão trens vencendo em 20 minutos o percurso a partir do centro. A promessa é do governo do Estado, que administra a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

De acordo com o secretário estadual de Planejamento, Júlio Semeghini, as composições serão chamadas de Expresso Copa e estarão identificados com os motivos visuais do torneio de futebol. "(O tempo de percurso do trem) é em torno de 18 minutos, tecnicamente. Mas numa maneira mais popular, 20 minutos", afirmou o dirigente. Para evitar transtornos no superlotado sistema de transporte coletivo paulistano, ele disse ainda que haverá ao menos dois feriados durante o torneio.

"Estamos muito tranquilos em relação à parte de trem e metrô, porque em dois dias em que coincide o pico de trânsito com jogo do Brasil ou outro jogo, está sendo feriado. Será 9 de julho, que já é feriado e a abertura (em 12 de junho), que é feriado. O governo de São Paulo e a Prefeitura já vão definir mais um feriado. Nos outros (dias) não terá um pico, porque será muito abaixo do horário de pico normal de um dia que não é Copa", afirmou o secretário, que também é coordenador da Copa pela gestão Geraldo Alckmin (PSDB).

As saídas dos trens ocorrerão na Estação da Luz, no centro. As composições percorrerão a Linha 11-Coral da CPTM, parando apenas na Estação Corinthians-Itaquera, vizinha à arena. Se preferirem usar o Metrô, os torcedores terão que embarcar na Linha 3-Vermelha. Essas pessoas terão à disposição duas estações para saltar: a própria Corinthians-Itaquera e a Artur Alvim, que é um pouco mais distante.

"Estamos trabalhando em uma estratégia de contingência pela segurança da CPTM e do Metrô e definindo sobre feriado naquilo que seria um problema de acúmulo ou pico no transporte das pessoas."

Mais conteúdo sobre:
Copa CPTM Metrô

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.