Convênio municipal mantém 90 vagas a idosos ''especiais''

Convênio municipal mantém 90 vagas a idosos ''especiais''

Segundo estimativa do Ministério Público, São Paulo tem pelo menos 1.500 idosos com necessidades especiais e sem condições de se manterem. Há na cidade 500 instituições que poderiam servir de abrigo, mas apenas três assinaram convênio com a Prefeitura, proporcionando 90 vagas gratuitas. A Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social pretendia oferecer 360 lugares.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.