Convenção evita as prisões

Adotada pelas Nações Unidas em 1961, a Convenção de Viena se destina a proteger as relações diplomáticas entre os Estados, mas acabou virando símbolo de impunidade. A lei protege tanto os diplomatas quanto seus dependentes com imunidade plena: não podem ser presos ou processados por nenhum crime, nem ao menos multados por infrações, como as de trânsito - embora as representações paguem multas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.