Contribuintes poderão parcelar débito do IPVA em São Paulo

Quem não quitou imposto referente até dezembro de 2006 tem até 70% de desconto na multa e 60% nos juros

Agência Brasil,

09 Dezembro 2008 | 16h22

Quem não quitou os débitos referentes ao Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotivos (IPVA) até 31 de dezembro de 2006 poderá parcelar sua dívida, informou nesta terça-feira, 9, a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo. O Programa de Parcelamento de Débitos (PPD) chega a dar 75% de desconto da multa e 60% dos juros de mora para quem pagar tudo em uma única parcela.  Veja também:Tabela para cálculo do IPVA de 2009 é divulgada em SP O contribuinte que preferir parcelar a dívida também ganhará um desconto: 50% sobre a multa e 40% sobre os juros de mora. O valor mínimo de cada parcela é R$ 100 para pessoas físicas e R$ 500 para pessoas jurídicas. Os interessados podem aderir ao programa entrando no site do PPD ou pagando uma guia de arrecadação que será enviada para casa do contribuinte até o dia 31 de março de 2009, prazo máximo de adesão ao programa. O pagamento da primeira parcela ou da parcela única deverá ser efetuado no dia 25 do mês corrente, para adesões ocorridas entre os dias 1° e 15 ou no dia 10 do mês subseqüente, para adesões ocorridas entre o dia 16 e o último dia do mês. Serão remetidas 1,5 milhão de correspondências, que equivalem a mais de R$ 1,3 bilhão em dívidas do IPVA.

Mais conteúdo sobre:
IPVAPPDcarrosautomóveis

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.