Contrabandistas são detidos com celulares na zona norte de São Paulo

Mais de 1.800 aparelhos em poder do grupo seriam distribuídos na Liberdade, regiao central de SP

Pedro da Rocha, do estadão.com.br,

03 Novembro 2011 | 03h14

SÃO PAULO - Quatro contrabandistas foram detidos pela Polícia Militar (PM), por volta das 21 horas de quarta-feira, 2, portando pelo menos 1.800 celulares e R$ 4.700 em dinheiro, na Vila Maria Baixa, na zona norte de São Paulo.

Três dos criminosos ocupavam uma picape Montana preta. O soldado da PM Douglas Rodrigues, que participou da ocorrência, contou que "quando a viatura virou em uma esquina, o carro parou e mudou sua direção. Achamos a atitude suspeita e fizemos a abordagem". A picape foi parada na Rua José Carlos Michelon, próximo ao quilômetro 231 da Rodovia Presidente Dutra, e nela estavam os celulares, sem nota fiscal.

O quarto detido é irmão de um dos três que estavam na Montana e chegou ao local, minutos depois, com o dinheiro, ao volante de um Fiat Pálio Weekend prata. Rodrigues disse que a picape e o Fiat provavelmente estavam em um comboio formado por mais dois veículos, e que somente o condutor do Fiat, ao perceber a abordagem feita à picape onde estava seu irmão, resolveu fazer voltar para tentar ajudá-lo. Ele também foi detido para explicar a origem do dinheiro.

Os celulares estavam guardados em caixas, nas quais haviam palavras escritas em Mandarim. O galpão onde a carga supostamente ficou armazenada está localizado no Jardim Andaraí, bairro vizinho à Vila Maria Baixa, mas a PM não achou o imóvel. Os celulares, segundo o quarteto detido, seriam distribuídos no comércio da Liberdade, região central da capital.

Pelos indícios de os telefones terem sido contrabandeados da China, o caso foi encaminhado à sede da Superintendência da Polícia Federal (PF), na Lapa, zona oeste. Os presos devem ser autuados por contrabando e descaminho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.