Contra condenação, PM se tranca em jaula

Em protesto por ter sido condenado a 15 anos de prisão, o PM acusado por homicídio em 2003 Jurandir Santana de Jesus, de 42 anos, trancou-se terça-feira em uma jaula erguida por ele na rua onde mora, em Salvador. Jurandir diz que é inocente e pede novo julgamento. Ele foi condenado em 2009.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.