Contra cartão exclusivo, alunos da USP prometem pular catracas de ônibus

Descontentes com a mudança no sistema de ônibus circulares na Cidade Universitária, na zona oeste de São Paulo, estudantes prometem se manifestar no dia 27, quando recomeçam as aulas na Universidade de São Paulo (USP). A partir dessa data, estudantes, professores e funcionários deverão ter o Bilhete USP (Busp) para andar de graça nas duas linhas que atendem o câmpus. Hoje, qualquer pessoa pode usá-las.

O Estado de S.Paulo

17 de fevereiro de 2012 | 03h01

Uma alternativa discutida pelos estudantes é estimular os passageiros a pular as catracas dos coletivos nesse dia. Ontem, uma página no Facebook foi criada para criticar a adoção do cartão. Para os alunos contra o Busp, a medida vai isolar ainda mais a Cidade Universitária.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.