HÉLVIO ROMERO/ESTADÃO
HÉLVIO ROMERO/ESTADÃO

Conta de água fica 15,24% mais cara nesta quinta-feira

Reajuste atinge moradores de 359 cidades paulistas, incluindo a capital; último reajuste, de 6,5%, ocorreu em dezembro de 2014

FABIO LEITE, O Estado de S. Paulo

03 Junho 2015 | 20h13

A conta de água para clientes da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) fica 15,24% mais cara a partir desta quarta-feira, 3, em 359 cidades paulistas, incluindo a capital. O maior reajuste desde 2003 foi aprovado há um mês pela agência reguladora do setor para cobrir a alta do custo de energia e a queda de faturamento da empresa, provocada pela crise hídrica. 

Na prática, as faturas começam a chegar com o reajuste aos clientes a partir desta sexta-feira, 5. A nova tarifa incidirá proporcionalmente sobre o número de dias de vigência da medida até o fechamento da medição de consumo. Por exemplo, o consumidor cuja leitura termina no dia 10, pagará seis dias com o valor reajustado. Para quem gasta até 10 mil litros por mês, a tarifa sobe de R$ 35,82 para R$ 41,28.

O último reajuste na conta da Sabesp foi de 6,5% e ocorreu em dezembro de 2014. Agora, a empresa queria um aumento de 22,7% para “garantir o equilíbrio econômico-financeiro”. Como o aumento foi inferior, a empresa anunciou corte de investimentos, principalmente em esgoto.

Mais conteúdo sobre:
São Paulocrise da águaSabesp

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.