Consulado dos Estados Unidos suspende alerta sobre violência no litoral paulista

O Consulado dos Estado Unidos em São Paulo revogou a recomendação para que cidadãos americanos evitassem viajar ao litoral sul paulista. A medida foi anunciada em comunicado assinado ontem pelo chefe da seção consular, David Meron.

, O Estado de S.Paulo

13 de maio de 2010 | 00h00

Em relatório do dia 23 de abril, o órgão informava que a onda de violência em Praia Grande, Santos, São Vicente e Guarujá era um risco para turistas. De 17 a 26 de abril, 23 pessoas foram mortas na Baixada Santista.

A decisão de revogar o alerta foi feita após reunião entre autoridades do Consulado dos Estados Unidos e a direção da Secretaria de Segurança Pública do Estado, na sexta-feira. O consenso era de que a situação está sob controle.

Na época do alerta, o prefeito de Bertioga, Mauro Orlandini (DEM), presidente do conselho de prefeitos da Baixada Santista, chamou o comunicado de "preconceituoso, difamatório e altamente negativo para a imagem do litoral paulista".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.