Construção de nova pista na Ayrton Senna tem início nesta terça-feira

Pista será implantada entre o km 24,8 e o km 19 sentido São Paulo

André Cabette Fábio - O Estado de S.Paulo,

02 de abril de 2013 | 13h51

SÃO PAULO - O governador Geraldo Alckmin (PSDB) deu início pela manhã às obras de construção de um novo trecho da marginal da rodovia Ayrton Senna. A ampliação de R$ 40,9 milhões deve aumentar a capacidade da via em 40%, facilitar o acesso ao Aeroporto de Guarulhos, e melhorar o trânsito Guarulhos-São Paulo, assim como o escoamento de indústrias presentes na área. A estimativa é que mais de 293 mil habitantes da região serão beneficiados.

A pista será implantada entre o km 24,8 e o km 19 sentido São Paulo e será realizada pela Ecopistas, que empregará 270 trabalhadores. No evento, o governador destacou o acesso ao Aeroporto de Guarulhos. "É o maior do Brasil, com 35 milhões de passageiros por ano. O segundo tem apenas 11 milhões".

O prefeito de Guarulhos, Sebastião Almeida (PT) comemorou as obras, mas destacou a importância de finalizar o rodoanel. "A gente sabe que, se o rodoanel estivesse pronto, com certeza não teríamos esse volume tão grande de veículos aqui". Ele cobrou também a duplicação do viaduto que liga a Avenida Santos Dumont à Rodovia Ayrton Senna. "Todos os dias a nossa cidade tem sofrido com o trânsito. Quando chega aqui [no viaduto], afunila tudo".

Além disso, devem ser iniciados, no segundo semestre desse ano, obras no sentido do interior paulista, também entre o km 24,8 ao 19. No evento, o Secretário de Transportes Saulo de Castro Abreu Filho mencionou também investimentos de R$ 100 milhões no Porto de São Sebastião e de R$ 4 bilhões na rodovia Tamoios.

Mais conteúdo sobre:
rodovia Ayrton Sennaobra

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.