Consórcio paga R$ 16 mi para quitar dívida de outorga

A Mesarthin, consórcio entre as construtoras Zabo e Odebrecht, pagou R$ 16 milhões na sexta-feira à Prefeitura. A quantia é referente a uma dívida de outorga onerosa, que permite pagar para construir prédios até o limite máximo permitido - e acima do limite básico fixado por lei. A Mesarthin é acusada de fraudar o pagamento da guia original para liberar o edifício comercial The One, no Itaim-Bibi. Três diretores da Odebrecht conseguiram liminar para responder em liberdade por formação de quadrilha e estelionato, entre outros crimes./FELIPE FRAZÃO

O Estado de S.Paulo

04 Outubro 2011 | 03h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.