Conselho faz carta à presidente Dilma

O Conselho Federal de Medicina voltou a repudiar qualquer contratação de estrangeiros sem revalidação de diplomas. E lançou, ao lado de conselhos regionais, uma carta aberta à presidente Dilma Rousseff. No texto, os órgãos dizem que "a entrada sem critérios de médicos estrangeiros fere a norma legal, coloca a qualidade da assistência à população em situação de risco e não garante a ampliação definitiva de acesso à assistência nas áreas de difícil provimento".

O Estado de S.Paulo

21 Maio 2013 | 02h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.