Conselho de Trânsito anula multas de rodízio municipal

Motoristas entraram com recurso por considerar multas em locais sem placa ilegais

Solange Spigliatti, do estadao.com.br

11 de janeiro de 2008 | 11h32

O Conselho Estadual de Trânsito (Cetran) de São Paulo anulou todas as multas por desrespeito ao rodízio municipal de veículos, após recurso pedido pelos motoristas. A informação foi confirmada pela assessoria da Prefeitura de São Paulo.   Veja também: Rodízio municipal volta a vigorar na segunda-feira   Segundo informações da Prefeitura, o Cetran, órgão responsável por julgar os recursos em segunda instância, está cancelando as multas por considerar ilegal a multa, já que não há placas indicativas nas vias públicas localizadas dentro das áreas de restrição no centro expandido.   O Cetran passou a adotar essa posição de modo sistemático há seis meses e todos os proprietários que estão entrando com recursos estão tendo suas multas canceladas, de acordo com a Prefeitura.   A Prefeitura vai se manifestar sobre o caso ainda nesta sexta, através de uma nota, segundo a assessoria. O presidente do Cetran não foi localizado pela reportagem.

Tudo o que sabemos sobre:
Rodíziomultas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.