Google Street View/Reprodução
Google Street View/Reprodução

Conpresp arquiva pedido de tombamento de praça nos Jardins, em SP

Praça Coronel Pires de Andrade fica entre as ruas Jacarezinho e Campo Verde; pedido tramitava no conselho há 28 anos

Priscila Mengue, O Estado de S.Paulo

04 de maio de 2019 | 12h24

SÃO PAULO - O Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo (Conpresp) arquivou na segunda-feira, 29, o pedido de tombamento da Praça Coronel Pires de Andrade, localizada nos Jardins, na capital paulista.

Em texto, o conselho diz que a decisão foi motivada pela "ausência de elementos que possam embasar o tombamento da área do ponto de vista cultural, histórico, ambiental ou social". Além disso, ressalta que a "administração, preservação e manejo de parques e áreas verdes" é de responsabilidade da Secretaria do Verde e Meio Ambiente. 

A praça fica localizada entre as ruas Jacarezinho e Campo Verde, ambas nos Jardins. O pedido de tombamento tramitava no Conpresp desde 1991, embora um dispositivo da Lei de Zoneamento obrigasse que todos os estudos abertos antes de 2016 fossem avaliados até março do ano passado.

A região do Jardins é tombada desde 1986, o que prevê restrições de tamanho de lotes e arborização, dentre outros elementos. Parte dessas regras foi revisada em novembro pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo (Condephaat).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.