Congonhas tem 45% dos vôos com atrasos de mais de uma hora

Com transferências de vôos para Guarulhos, Cumbica torna-se o aeroporto mais movimentado

Paulo R. Zulino, estadao.com.br

27 de julho de 2007 | 11h51

Apesar de a situação nos aeroportos do País estar bem melhor nesta sexta-feira, 27, o caos ainda persiste no Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo. Atrasos superiores a uma hora atingem 45% dos vôos na manhã desta sexta. Segundo a Infraero, até as 11 horas, 40 das 87 operações foram canceladas. A explicação para o fato, no entanto, é de que, quando um vôo é transferido do Aeroporto de Congonhas para o Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, ele passa a ser considerado como cancelado em Congonhas. Essa alternância de vôos entre os dois aeroportos está fazendo inclusive com que Cumbica se torne, pelo menos por enquanto, o mais movimentado do Brasil.  Da meia-noite às 10h30 desta sexta-feira, dos 647 previstos, 63 tiveram atrasos superiores a uma hora, ou seja, 9,7%. Outros 88 acabaram sendo cancelados.

Tudo o que sabemos sobre:
aeroportosCongonhas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.