Congonhas registra cancelamento de 40% dos voos

Por causa de nevoeiro na noite desta terça-feira, que fecheou aeroporto, empresas transferiram passageiros para a manhã desta quarta-feira

Solange Spigliatti, estadão.com.br

13 de junho de 2012 | 08h39

São Paulo, 13 - Cerca de 40% do total de voos previstos para decolar do aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, até as 8h desta quarta-feira, 13, foram cancelados, segundo boletim da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

Entre os 32 voos programados para o período, 13 foram suspensos. Outros 15 registraram atrasos. De acordo com a Infraero, um dos motivos para o cancelamentos dos voos foi o fechamento do aeroporto na noite desta terça-feira, 12, devido ao nevoeiro.

O aeroporto permaneceu fechado para pousos das 18h46 até o encerramento das suas operações, às 23h de terça-feira. Às 19h33, as operações de decolagens também foram suspensas e só retornaram às 19h53.

Por causa disso, as companhias aéreas foram obrigadas a cancelar voos e a realocar os passageiros em voos de outras empresas aéreas nesta manhã, provocando os atrasos.

Por volta das 8h, a movimentação no saguão do aeroporto de Congonhas era intensa e acima do normal para uma manhã, segundo a Infraero.

As operações para pousos e decolagens estavam sendo feitas com auxílio de instrumentos. A situação era a mesma no aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo. Em Cumbica, 10 voos foram cancelados e 10 tiveram alteração de horário, entre os 52 voos previstos para o período.

Gol. Segundo nota da empresa aérea Gol, divulgada na manhã desta quarta, a empresa vai reembolsar no valor integral dos bilhetes os clientes que se sentiram prejudicados pelos atrasos e cancelamentos de voos entre a manhã desta quarta e final do dia desta terça-feira, a destinos afetados pelo mau tempo nesta terça-feira.

Curitiba. No Aeroporto Internacional Afonso Pena, em Curitiba, as operações de pousos e decolagens eram feitas com auxílio de instrumentos desde as 6h15 por conta da neblina, segundo a Infraero. Entre os 17 voos programados, 11 foram cancelados, ou seja 64%. Nenhum registrou atrasos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.