Congonhas opera com uma pista e 32 vôos são cancelados

Das 107 partidas programadas, 32 foram canceladas e 17 estão com atraso de mais de uma hora

Tania Monteiro, do Estadão

19 de julho de 2007 | 13h07

O último boletim da Infraero, divulgado ao meio-dia, informa que das 107 partidas programadas 32 foram canceladas e 17 estão com atraso de mais de uma hora. Até agora somente a pista auxiliar do aeroporto de Congonhas está funcionando e a pista principal, onde pousou o avião da TAM que se acidentou na última quarta-feira, permanecerá fechada pelo menos até esta sexta-feira.   O presidente da Infraero, brigadeiro José Carlos Pereira está fazendo neste momento uma vistoria na pista, junto com uma equipe técnica. Pela manhã, a Infraero havia divulgado o balanço da situação em alguns dos principais aeroportos do País.    A julgar pelos números, ao contrário da última quarta, caiu o índice de vôos cancelados principalmente no Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo. Também houve uma melhora significativa no Aeroporto Internacional Governador André Franco Montoro, em Cumbica, Guarulhos.   Da zero hora até 10 horas, dos 568 programados, 124 sofreram atrasos superiores a uma hora, ou seja, 21,8%. Outros 53 foram cancelados, o que corresponde a 9,3%. O quadro em outros aeroportos foi este: Aeroporto fechado   Uma forte neblina, que atinge Ribeirão Preto (SP) desde o final da noite da última quarta-feira, fechou o aeroporto Leite Lopes e já cancelou o primeiro vôo que chegaria e partiria da cidade paulista esta manhã. O vôo, da Gol, viria de Congonhas, deveria pousar às 7h50 e decolar às 8h10 de volta à capital paulista, o que não ocorreu, de acordo com o Departamento de Aviação Civil do Estado de Paulo (Daesp).   Um vôo da TAM, com a mesma rota São Paulo-Ribeirão Preto-São Paulo, deveria pousar na cidade do interior paulista às 9h30 e decolar às 9h55 também não chegou e sequer há previsão se ele será cancelado. O próximo vôo, às 10h15, da Passaredo, vindo de Guarulhos, com destino a Goiânia e Cuiabá, ainda não está confirmado.   (Colaborou Gustavo Porto)

Mais conteúdo sobre:
VÔO 3054

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.