Congonhas e Guarulhos reúnem 56 vôos atrasados

Dos 128 vôos programados para Congonhas, 32 estão atrasados e 26 foram cancelados

20 de agosto de 2007 | 14h17

Os dois principais aeroportos paulistas acumulavam os maiores número de atrasos do País até as 13 horas desta segunda-feira, 20. No Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, cuja pista principal está interditada para reforma, de 112 vôos, 24 atrasaram, o que corresponde a 21,4% do total. Outros oito vôos foram cancelados (7,1%).   Em Congonhas, na zona sul da capital paulista, os índices verificados eram piores, apesar do terminal ter funcionado sem restrições nesta segunda. De 128 vôos, 32 operaram fora do horário previsto (25%) e 26 foram suspensos (20,3%). A Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero) disse estar apurando o motivo dos altos números.   No Rio de Janeiro, o Aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim - Galeão registrou 19 atrasos (21,1%) e 8 cancelamentos (8,9%), em 90 vôos. Em Brasília, 16 dos 68 vôos programados no Aeroporto Presidente Juscelino Kubitschek sofreram atrasos (23,5%). Houve ainda cinco suspensões (7,4%). Em todo o País, de 904 vôos, 251 operaram com atrasos (27,8%) e 72 foram cancelados (8%).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.