Congonhas abre pista principal; 33 vôos foram cancelados

Devido à chuva, aeroporto operou durante toda a manhã só com a pista auxiliar

Larissa Guimarães, da Agência Estado,

05 de agosto de 2007 | 13h03

A pista principal do aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, foi aberta neste domingo, 5, por volta das 12 horas. Devido à chuva, o aeroporto funcionava só com a pista auxiliar desde às 6 horas, quando começa a operar. Desde o acidente com o Airbus da TAM, no último dia 17 de julho, ficou determinado que a pista principal não funcionaria caso estivesse molhada, segundo a Empresa Brasileira de Infra-estrutura Aeroportuária (Infraero).   A situação em Congonhas provocou o cancelamento de quase metade dos vôos. Das 69 partidas programadas, 33 foram canceladas até as 12 horas, e três vôos registraram atraso superior a uma hora, de acordo com o balanço da Infraero. Esse cenário ainda poderá se complicar mais, pois a Defesa Civil confirmou para as 15h30 a demolição do prédio da TAM Express, destruído no acidente do vôo 3054.   Com isso, o aeroporto será fechado 15 minutos antes da implosão. A previsão da Defesa Civil é que Congonhas seja liberado menos de 30 minutos após a operação. No total, o aeroporto deverá permanecer fechado por cerca de 45 minutos.   O aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, funciona normalmente e tem movimento tranqüilo. Até as 12 horas, das 127 partidas programadas, sete vôos foram cancelados e outros quatro apresentavam atraso de mais de uma hora. Nos aeroportos do País, a situação é semelhante. De acordo com balanço da Infraero das 12 horas, das 643 partidas programadas, 74 haviam sido canceladas (11%) e 47 tinham atraso superior a uma hora (7%).

Tudo o que sabemos sobre:
Congonhasaeroportos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.