Congestionamentos começam a diminuir em SP

Os congestionamentos começaram a diminuir na capital paulista na noite de hoje, véspera do feriado prolongado da Independência. Por volta das 18 horas, foram contabilizados 193 quilômetros de lentidão em toda a cidade. Às 20 horas, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) registrou 128 quilômetros. De acordo com a CET, o pior trecho estava na pista expressa da Marginal do Tietê, onde o engarrafamento era de 14,7 quilômetros.   Câmeras mostram o movimento nas estradas paulistas      A saída do paulistano para aproveitar o feriado prolongado da Independência deixou início da noite caótica. Às 19 horas, as vias paulistanas reuniam 199 km de congestionamento - o pico. Às 18 horas, o índice de lentidão atingia 193 km desta quinta-feira, 6, véspera do feriado. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) estima que este índice aumente nas próximas horas.    A Marginal do Tietê, no sentido Ayrton Senna, acumulava os piores pontes de lentidão da cidade. Na pista expressa da via eram registrados 14,7 km de morosidade, entre a Rodovia Castello Branco e Rua Azurita, e na pista local, 9,5 km, a partir da Castello Branco até a Ponte do Limão. Quem acessava à Marginal dos Pinheiros, no sentido Interlagos, enfrentava 10,2 km de trânsito ruim, entre a Castello Branco e a Ponte Engenheiro Ary Torres.   O Corredor norte-sul (formado pelas avenidas 23 de Maio, Rubem Berta e Moreira Guimarães) estava congestionada do Viaduto Indianópolis até a Praça da Bandeira, no sentido Santana, o que corresponde a 7,2 km.      Congestionamento rumo às rodovias     O excesso de veículos congestionava trechos de seis rodovias paulistas por volta das 16h30 desta quinta-feira, 6. A Polícia Militar Rodoviária avaliou que, por enquanto, o aumento do volume de tráfego nas estradas estava dentro do previsto.   Segundo as concessionárias, não houve acidentes graves nas últimas horas.   As rodovias Anhangüera e Bandeirantes apresentavam lentidão na chegada à capital. Na primeira, havia morosidade entre os km 12 e 11, e na segunda, do km 17 ao 13. O acesso a São Paulo também era complicado pela Rodovia Castello Branco, que estava congestionada do km 18, em Osasco, até o 12, no Cebolão.   A Presidente Dutra tinha tráfego pesado do km 229 ao 231, na pista expressa, sentido capital.   No Sistema Anchieta-Imigrantes havia dois pontos de congestionamento: do km 274 ao 270 da Padre Manoel da Nóbrega; e do km 270 ao 262, da Cônego Domênico Rangoni. Às 15h55, a concessionária Ecovias adotou a operação Descida, na qual são usadas sete pistas no sentido da Baixada Santista e três no sentido capital. Até as 16 horas, 35 mil veículos trafegaram pelo sistema rumo ao litoral, sendo 3.971 deles na última hora.  

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.