Congestionamento aos sábados cresce 68% na capital

Índice se refere ao horário entre meio-dia e 14 horas e leva em conta dados da empresa Maplink; lentidão supera dias da semana

BRUNO RIBEIRO, O Estado de S.Paulo

15 de setembro de 2012 | 03h04

O carro zero, comprado no ano passado pelo analista Cléber Fonseca Pauletto, de 32 anos, passa a semana inteira estacionado na garagem de casa, na zona norte da cidade. Mas, aos sábados, o veículo ganha as ruas para ir a shoppings e supermercados. Casos como esse têm sido responsáveis por fazer os índices de congestionamento do sábado atingir níveis até maiores do que durante a semana em alguns horários do dia.

Segundo levantamento feito a partir de estatísticas de trânsito da empresa Maplink, os congestionamentos no sábado cresceram 68% na comparação entre junho de 2011 e junho deste ano. O índice se refere ao horário entre meio-dia e 14 horas, período em que é registrado maior trânsito de sábado.

A média geral de crescimento do trânsito nesse horário, segundo os dados da Maplink, é menor, 63%. O aumento no sábado só não é maior do que o da segunda-feira: 80% de lentidão a mais de um ano para outro.

Em uma análise que conta o primeiro semestre deste ano, os dados mostram que, em fevereiro, abril e maio, o trânsito da hora do almoço no sábado chegou a ficar ainda maior do que em dias como terça, quarta ou quinta-feira. Mas é preciso ressaltar que, nos horários de pico (das 7h às 10h e das 17h às 20h), os dias da semana ainda são piores.

Pauletto explica que prefere ir de ônibus para o trabalho durante a semana por dois fatores: tempo e dinheiro. Morador da região do Tucuruvi, na zona norte, ele usa corredores de ônibus para chegar até o bairro dos Campos Elísios, no centro, onde trabalha. "Levo praticamente o mesmo tempo de carro e de ônibus. Tem um trecho em que o ônibus anda no corredor, então pega menos trânsito." O custo da opção é bem menor. De carro, além de combustível e necessidade de mais manutenção, ele teria de pagar estacionamento.

Números. O levantamento da Maplink é feito a partir da captação de informações transmitidas por aparelhos de GPS instalados em carros da cidade.

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) não tem relatórios de trânsito aos sábados. A contagem do trânsito da CET é feita por observação visual, em campo, por agentes da própria companhia.

A CET foi questionada, mas não comentou o aumento da lentidão apontado pela empresa privada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.